quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

MEU DEUS

MEU DEUS
Por Celso Neto

Deus em quem muitos acreditam, mas ninguém vê
Eu queria que existisse… e sei bem por quê!
Se existir há de ser sábio e justo
E há de fazer os senhores da guerra apanhar um susto…
Vivemos reféns da ganância e da violência
E da má utilização da ciência
Produzida pela inteligência…
Muito homens ilustres e sábios
Deixaram de ter sorrisos nos lábios
Só pensam no poder e na destruição
E em descobrir formas de todo o dinheiro lhes ir ter à mão…

Oh meu Deus, meu confidente, meu amigo
Ouve, se puderes, o que eu Te digo…
Por que não mandais maleitas par os donos da guerra
E não os tirais da face da terra?
O Mundo seria um Paraíso
Onde cada um tinha o que é preciso…
O Céu passava a ser aqui…
Por favor chama-os para junto de Ti
Mostra-lhes os caminhos da Paz e do Amor
Sem olhar a credo, raça e cor
Dá-lhes uma boa reprimenda
E ressuscita os que tiverem emenda…
Reduz os outros a pó

…por eles não sinto dó!

1 comentário:

  1. Deus existe e está em toda a parte
    Uns dizem que é arquiteto e tem muita arte
    Há até quem diga que criou um universo
    Mesmo que o que escrevo não calhe em verso
    Não importa se é Deus, Engenheiro ou Arquiteto
    Desde que se preocupe com os que não têm tecto
    Gostava de o ver de preferencia neste mundo
    Porque no outro vou estar lá muito fundo
    Enquanto cá ando não estou mal
    Um dia vou dar-lhe um TAF

    ResponderEliminar