quarta-feira, 22 de março de 2017

OS PATETAS

OS PATETAS
Por Celo Neto


Quem semeou em Portugal a ideia de que a crise se devia (e deve) ao facto de vivermos acima das nossas possibilidades? Quem espalhou essa semente no seio do Eurogrupo?
Quem foram os mamões que lucraram com a crise?
Quem foram os papões que encheram o bandulho com o “suor” dos mais fracos e debilitados?
Quem eram os patetas que estavam à frente dos nossos destinos?
Ainda se lembram dos discursos de um tal Silva, um tal Passos, um tal Portas, um tal Gaspar, uma tal Luísa?… (para me referir apenas a uma insignificante parte dos “labregos” que queriam transformar Portugal numa máquina de fazer pobres!)
Claro que isso não justifica as “declarações bebedolas” do chefe do Eurogrupo, mas certamente contribuiu para o ajudar a construir a ideia distorcida que tem dos países do Sul e designadamente de Portugal.
Os “denegridores” de Portugal, digo mais uma vez, não podem ficar impunes!
Uma boa parte da imagem negativa que Portugal possa ter nas Instituições internacionais deve-se à vergonhosa ação da direita que ao ver-se privada do “pão” que tinha quase na boca, não olha a meios para desacreditar o Governo e, consequentemente, o País.
Esquecem-se estes parasitas que foi Cavaco (muito provavelmente a seu mando) a dizer que só daria posse a um governo com apoio maioritário da Assembleia da República.
As lamentáveis declarações do energúmeno Jeroen ficarão gravadas para sempre na História da Europa com o infeliz contributo do PSD/PP que lhe deu o lamiré e do PS, que tinha obrigação de conhecer a besta!

Chegados ao ponto em que estamos só há uma saída: - Recambiá-lo para a terra dele e mandá-lo apanhar no cu (que se calhar nem é castigo). 

domingo, 19 de março de 2017

PORTUGAL É UM BOM DESTINO

PORTUGAL É UM BOM DESTINO
Por Celso Neto

Mesmo com a pior “Oposição” do mundo (que diariamente faz tudo para denegrir Portugal) as nossas expectativas turísticas são ótimas e a vida dos portugueses está muito longe das previsões catastróficas anunciadas por Passos Coelho e Assunção Cristas e Cª Lda…
Estas duas “figurinhas” apadrinhadas por Cavaco Silva, (escritor de mau gosto, cheio de certezas) têm feito tudo para enterrar Portugal, mas como diz, sabiamente, o adágio: - “Vozes de burro não chegam ao Céu!”
Por muito que me esforce não consigo perceber (admito que seja limitação minha) como é que pessoas da craveira intelectual de Cavaco, Passos, Cristas e muitos que lhe são próximos, consigam chegar aos lugares de liderança, mas, felizmente, Portugal resiste e há muitos indicadores que nos permitem ter esperança num futuro melhor, desde que saibamos arredar do poder as “sanguessugas” que queriam transformar Portugal numa máquina de fazer pobres, lacaios de meia dúzia de “feudais” (a quem serviam) para serem donos dos nossos destinos…
O azar destes “serviçais” é nós conhecermos o mundo (por onde estamos espalhados por todos os cantos)) e o mundo conhecer as nossas capacidades, acreditando em nós individualmente e como País…
Como se vê, apesar de toda a propaganda negativa destes “vermes” estamos com fortes expectativas no turismo (e não só) …
Somos um País com muitos recursos, contrariamente ao que nos querem fazer crer! Bom seria que a “escumalha” partisse para parte longínqua, como teve o descaramento de aconselhar aos qualificados jovens portugueses.
O turismo é (apenas) mais uma vertente em que podemos afirmar-nos quando conseguirmos dizer não aos charlatões que se instalaram no poder para abanar a árvore das patacas…
A qualidade é a nossa marca!
A direita tem sido a nossa “vergonha”!
A corrupção é o nosso grande problema! Tenho esperança que vai diminuir até acabar, um dia!


domingo, 5 de março de 2017

QUE DIZER?

QUE DIZER?
Por Celso Neto


Que havemos de dizer desta oposição chocalheira
Que traz sempre a “vingança” na algibeira
E que passa as vinte e quatro horas do dia
A tentar que Portugal fique mal na fotografia?

Calúnias, mentiras, ameaças, mesquinhices…tudo serve
Para tentar que António Costa se enerve!
Só que ele não se deixa intimidar
E continua a governar
De acordo com o programa aprovado na Assembleia…
Até quando? - Não faço ideia!

Que dizer do Passos Coelho
Que fala do atual Governo a olhar para o espelho?
Critica e não propõe… emite ruídos!
O inchaço é dos comprimidos?
E que dizer da “culpada inocente” Assunção
Que ao que dizia sim, agora diz não?!
Conseguirá gerir aquela “boysada”
Que tinha tudo e ficou sem nada?

E que dizer de Carlos Costa do Banco de Portugal
Que “calou” que o BES estava mal
Para os “grandes” safarem os seus cobres
À custa do sacrifício dos mais pobres?
E que dizer do inquilino de Belém
Que disse que o BES estava bem?

Estão descobertos os “métodos” dos falsários
E a forma como tratam os adversários
Vamos mantê-los na fila de espera

E usufruir da Primavera!

quinta-feira, 2 de março de 2017

MUMICES…

MUMICES…
Por Celso Neto

Oh D.Teodora
Porque não se vai embora?
Não acerta uma no alvo…
Pensa que o Povo é papalvo?
(Agora fala de milagre…
A Economia esquece muito a quem não sabe!)
O Povo empobrecido fazia-a feliz
Nos tempos do Gaspar e da Maria Luís!
Agora passa os dias a sofrer
Ao ver o bem-estar do Povo a crescer…
Teve que engolir as suas previsões
Foi tudo ao contrario do que afirmou
Deixe de massacrar-nos com as suas “desilusões”
O seu reinado terminou!
Basta de maldizer e denegrir
Chega de vomitar azia e rancor
Estamos todos fartos de a ouvir
Portugal já a “sabe de cor!”
Felizmente o Ministro Centeno
Foi imune ao seu veneno!
Se ele seguisse o seu conselho
Estávamos metidos num vincelho!
Tanta mediocridade…
É deveras chocante na sua idade!
Não sei se alguém lhe encomenda o sermão
Mas se sim… diga-lhe não!
Porque a sua missão
Exige isenção!
E para tal…nada há como a realidade
Por muito que ela custe à sua vontade!






quarta-feira, 1 de março de 2017

(conceituados) JORNALISTAS

(conceituados) JORNALISTAS
Por Celso Neto


A decadência ética da direita e a azia de alguns jornalistas que sempre se escudaram nela, chamado a si o “dom” da isenção, neutralidade, equidistância, transparência ( …) é por demais evidente.
Alguns jornais que foram “bíblias” onde aprendi a ser “plural” estão inundados de verdadeiros “pulhas” que se aproveitam do prestígio dos media onde trabalham para desferir rudes golpes sobre o “inimigo” que não declaram, mas que qualquer mortal vê qual é…
Como amador “construtor” de meia dúzia de parágrafos com que tento reagir ao “monopólio” jornalístico, que teima em ver apenas o ponto negro no centro de uma folha branca, considero lamentável a atuação de alguns “conceituados” que deviam ganhar o pão nosso de cada dia a informar, mas preferem “palpiopinar” e transformar a sua “diarreia” em verdade universal! (que a dimensão e poder dos órgãos de informação onde trabalham favorecem, porque hoje o que não é grande…é muito, muito, muito, muito pequeno!
Podia transcrever mil “pensamentos” de conceituados jornalistas sobre os mais diversos assuntos, que mostram o seu ressabiamento para com a “geringonça” (que, na minha opinião é só…um dos melhores governos que tivemos!), mas vou apenas transcrever a “verborreia” de Henrique Monteiro sobre a “novela” CGD : - A Pátria não se discute. Disse o Salazar. E a CGD também não, dizem agora”.
Sabendo, como ele sabe, do que se trata, esta afirmação é de uma pobreza jornalística confrangedora! Não sei das “relações” de Henrique Monteiro com Salazar, mas fossem quais fossem, comparar Salazar com a atual maioria parlamentar é (no mínimo) falta de respeito e vaidade desmesurada! Penso que não será para isso que lhe pagam!

PS – Não seria melhor dar-nos a conhecer aquela célebre lista dos Panamá papers? Por que meteram a viola no saco?


domingo, 26 de fevereiro de 2017

CRUZES, CANHOTO ABRE(NÚNCIO)

CRUZES, CANHOTO ABRE(NÚNCIO)
Por Celso Neto

O Patife Núncio assumiu a responsabilidade política pela não publicação de dados respeitantes às transferências de dinheiro para offshores, abandonando as funções no CDS-PP… Este crápula que também está ligado à celebre lista VIP não devia ser julgado e ser preso? E não deviam ser julgados e ser presos aqueles que ao mesmo tempo que esmifravam o último tostão aos mais desfavorecidos faziam vista grossa ao que se passava com as transferências para offshores, sem se preocuparem com a fuga aos impostos?
De que estão à espera os senhores deputados para pedirem uma investigação criteriosa da atividade da senhora ministra das finanças do governo anterior, Maria Luís de sua graça?
Os trafulhas, de qualquer Partido ou Independentes, têm que ir bater com as costelas na prisão, sob pena de não conseguirmos ver-nos livres da corrupção que mina o setor público e o privado. Não pode haver imunidade acima da lei e dos bons costumes. Os corruptos têm que ser julgados e severamente punidos.
A Oposição, de cuja cartola têm saídos os coelhos mais luzidios continua preocupada com as mensagens entre Centeno e Domingues, porque não lhe interessa que lhe averiguem a ação enquanto Governo…  Compete à maioria que sustenta o governo exigir respeito e averiguar os crimes de natureza económica, sobretudo.
Gostava de ver averiguada a ação de todos os presidentes da República, Primeiros Ministros e Ministros das Finanças da nossa Democracia.
Havia de ser bonito! Tenho a certeza que alguns meteriam a viola no saco!




sábado, 25 de fevereiro de 2017

O AVESSO DA DIREITA

O AVESSO DA DIREITA
Por Celso Neto


Sabendo o que fez, a direita de Passos, Portas, Cristas, Maria Luís e Cª Lda. tem passado o tempo a tentar criar “casos” destinados a ocultar ou atenuar as “patifarias” a que , no anterior governo, sujeitou os mais fracos (atacando-os ferozmente) em benefício dos mais fortes, a quem quis assegurar que podiam continuar a encher os bolsos com o que retiravam aos trabalhadores por conta de outrem (veja-se a falta de vergonha que se passou com o salário mínimo), aos reformados e pensionistas, aos funcionários públicos… de um modo geral a “tudo o que era pequeno!
Esta direita trauliteira aposta, por todos os meios, na descredibilização do atual governo e da maioria que o sustenta na Assembleia, tentando desesperadamente reeditar o “papão comunista e esquerdista” a comer criancinhas e velhinhos ao pequeno almoço… e a atacar o “Paraíso capitalista” (onde poucos têm quase tudo e muitos têm quase nada ou nada, para alem da sua força de trabalho). Para estes “amigos do empobrecimento” quem não disser Amen à “Bíblia Capitalista” é comunista e a partir daí…tudo é possível e permitido a estas “máquinas de empobrecer”, porque o que aconteceu nas "Republicas socialistas” foi realmente muito grave e condenável, embora não deve ser analisado com a simplicidade bacoca com que a direita o faz.
Digam o que disserem, já deu para entender que esta direita liderada por Passos e Cristas não nos leva a lado nenhum. Arrogante e mal-educada, não reconhece nenhum dos imensos erros que cometeu. Não pede desculpa por nunca ter acertado em nenhuma previsão além daquela em que dizia que os Portugueses iam ficar mais pobres! Em vez disso passa a vida a denegrir, a dar palpites catastrofistas para ver se os mercados nos apertam a corda com que nos deixaram ao pescoço.
Não sei qual vai ser o desfecho da “novela” CGD, nem do “voo” dos dez mil milhões (limpinhos de impostos) para offshores, mas duma coisa estou certo: Querer meter as duas situações no mesmo saco é o mesmo que confundir a Baixa Pombalina com a Rua do Rei do bacalhau.
Penso que vão ser necessários dois mandatos para livrar o sector público das “armadilhas” que o anterior governo colocou estrategicamente. Espero que o Povo Português proceda em conformidade para, depois, podermos voltar à alternância democrática ou às coligações, mas com gente a sério… (com os atuais “cabecilhas” do PSD/PP na prateleira, com direito a voto, claro!)
Uma direita responsável e transparente é sempre necessária, porque a esquerda muitas vezes erra e não tem sempre razão, por serem seres humanos que a constituem. A direita quer-nos fazer crer que os comunistas, os esquerdistas (como apelidam os mais radicais) e todos os que não comungam da doutrina dos mercados não são gente digna. A verdade é que muita gente de esquerda tem mais dignidade nos pés do que estes “arruaceiros” na alma.

Quando viramos a direita e a esquerda do avesso é que ficamos a saber as diferenças!