sábado, 12 de Julho de 2014

Oh my God! Que beijo!

A “chacota nacional” motivada pelo “beijo sucção” de Cavaco Silva a Letízia Ortiz é anticonstitucional, antipatriótica, antitudo (como diz a minha prima). Pode colocar irremediavelmente em perigo a estratégia de crescimento acelerado e sustentável protagonizada pelo Presidente.
Cavaco Silva quis somente dar a conhecer ao mundo um novo “cumprimento oficial de rainhas”, novo produto inovador que Passos Coelho e a ministra das finanças estão a pensar internacionalizar, em simultâneo com o pires de caracóis.
É hora de parar com a brincadeira! Andaram os iluminados que gerem o protocolo presidencial a estudar exaustivamente a forma de cumprimentar uma rainha plebeia e agora uma legião de parolos, analfabetos e incultos vem dizer que aquilo é uma humilhante aberração, esquecidos que Cavaco nunca tem dúvidas e raramente se engana...
O senhor presidente fez? Está feito! Só temos que “apender”!
Cambada de “acéflos”, bando de “igorantes”


Post scriptum
Um amigo meu disse-me que aquilo era um “beijo dentadinha nas falanges”. Confessou-me já o ter experimentado com a namorada e que ela o tinha achado muito excitante.
Para que este alarido todo, que por acaso, desta vez, nem é feito pela comunicação social?
O que pode pensar a esposa do senhor presidente? Haja decoro na navegação

segunda-feira, 7 de Julho de 2014

O exorcismo do Papa em dia de Pentecostes

Senhor meu Deus, que estais no Reino dos Céus
Afasta de mim esse Papa, praticante de exorcismo
Não permitas que o obscurantismo
Invada a mente dos Filhos Teus...

Tu que és a infinita Sabedoria e a Verdade
Não permitas que “Sua Santidade”
Se perca em práticas de rua
A pregar Doutrina que não é a Tua...

Tu que és infinitamente Santo
Cobre-nos com o Dom do teu Manto
De Vida, de Alegria, de Amor e de Perdão

Mostra a quem usa o Teu nome em vão
Que os demónios são uma mera ficção
Inventada para nos manter em pranto...



Abre Senhor avenidas de Esperança
Na mente inocente e pura de cada criança
Livra-as do obscurantismo
Do exorcismo
Não permitas que Papa, Sacerdote ou Bispo
Ponham o Teu infinito Amor em risco
Como é possível que um pecador vestido de branco
Se atreva a querer ser o Espirito Santo?



“Mineting” como salvação de Portugal?

Chama-se "mamading" e é a última moda nas Ilhas Baleares!
Consiste em mulheres fazerem sexo oral aos homens, em discotecas, em troco de bebidas grátis. A “iniciativa está a ter êxito retumbante e ameaça espalhar-se pelos quatro cantos do mundo.

Num país de inovadores como o nosso (atentemos nas inovações dos governantes para nos afundar cada vez mais) penso ser chegada a hora de juntar à internacionalização do pastel de Belém , do pastel de bacalhau e do ovo estrelado, a internacionalização do “mineting “ que será a versão oposta do “mamading”, com as mulheres a beneficiarem da  “capacidade linguística” dos homens e estes a beneficiarem das bebidas grátis...
Estou convicto que vai ser um sucesso! A “língua” portuguesa espalhar-se-á pelos cinco continentes, cumprindo-se assim o desígnio do atual governo que viu na emigração a saída para o nosso “excesso” de mão-de-   
obra qualificada.
Em minha opinião, logo que possível, o governo deverá lançar um pesado imposto (como é seu hábito) sobre os “minetingers”, o que permitirá que os cofres do Estado arrecadem uma receita extra, que (muito provavelmente) será suficiente para cobrir o aumento da despesa social, que Passos Coelho já anunciou e parece ser a próxima “reforma do Estado”...

Não tenho a certeza que o termo “mineting” é o mais apropriado, mas com os lambe botas que para aí circulam, não me parece que não tenham treinado a lamber sítios menos “degradantes”!
Garantido que me parece estar um elevado número de “executantes”, penso que não vai ser difícil voltar aos tempos em que fomos donos de meio mundo, com o “mineting” como salvação!

Post scriptum
Ah, já me estava a esquecer! Deve ser registada a patente da atividade como “mineting à maneira portuguesa” para evitar que os “lamveccus” dos nossos “european partners” nos usurpem a ideia.
Alguém se atreve a dar um palpite de quantas bebidas valeria um “franciscus angelicus mineting, à maneira portuguesa”?



segunda-feira, 23 de Junho de 2014

E agora?

Agora que no futebol “fomos à vida”
E terminou a esperança da vitória apetecida
Convinha pensar em quem nos desgoverna
E quer fazer de Portugal uma caverna...

As estrelas transformaram-se em astros
(Algumas não passaram de emplastros)
Acabaram as hipóteses de “brilhar”
Num Universo que não prima pelo pensar...

A arrogância do “divórcio” com os fãs
“Saiu pela culatra” às “vedetas”
Que terminaram com o rabinho “abaixado”

Tudo não passou de esperanças vãs
Numa equipa que afinal...era só “tretas”
Vaidosos a pensar em Fátima e no Fado...


quarta-feira, 18 de Junho de 2014

Em jeito de comentário


Este PS
Dá dor, entristece...
Entendam-se no Largo do Rato
Com civismo e recato...
Basta de dar trunfos ao adversário
Que virou Portugal ao contrário...
Esqueçam por momentos os vossos interesses
Seguro e Costa: - mostrai que não sois desses!
Quem está em causa é Portugal
É o interesse nacional!
Ponderei os contras e os prós
De a solução não ser nenhum de vós!
Mostrai ao Povo do que sois capazes
Retirai-vos e fazei as pazes...
O orgulho balofo
Cheira a mofo!
A vaidade
Esconde a verdade!
Os golpes rasteiros

São maus conselheiros!

O tal lobby

O Micas, que era intersexual tornando-se fértil graças a um transplante de testículos, alugou o pénis à Miquelina, lésbica assumida, que durante um dia foi minuciosa punheteira numa clinica clandestina que havia ali prás bandas da Musgueira...
Fruto do árduo trabalho da Miquelina foi feita uma colheita de sémen, posteriormente transportado com todos os cuidados e em rigoroso sigilo para uma moderna unidade na Quinta da Marinha onde o Aurélio (filho adotado pela Felismina, gerado numa barriga de aluguer e vendido por avultada quantia) geria um próspero negócio de mudanças de sexo, em sociedade com a Miquelina...
A Fifi, companheira da Miquelina, que também trabalhava na clínica, quando soube do “devaneio” da namorada, cujas “mãos punheteiras pecadoras” tantas vezes beijou, ficou louca de ciúmes. Apoderou-se do sémen e foi entregá-lo ao Filú, que trabalhava numa clínica concorrente (mas mais virada para abortos e estimulantes sexuais) que vivia em comunhão de bens com o Zizi...
Zizi ficou excitadíssimo! Mesmo contra a vontade de Filú, acérrimo defensor da causa dos trissexuais telefonou para uma amiga assexual e pediu-lhe para que guardasse em segredo o precioso sémen, para posteriormente ser entregue a um amigo metrossexual que tinha uma irmã transsexual que queria ter um filho que nunca soubesse quem era o pai (assim uma espécie de Ronalda 7!)
Quando a criança nascida desta confusão se tornou adolescente pansexual, ao tomar conhecimento das “peripécias” da sua existência por um vizinho, por quem estava loucamente apaixonado (que foi apanhado a fazer sexo com uma galinha hipersexual) exclamou com a maior naturalidade do mundo:
- Se não fosse o vôvô Zizi, não estávamos hoje aqui!

Vai ser assim no futuro?

segunda-feira, 16 de Junho de 2014

Vamos a um “Sepônhamos”...

Vamos supor que depois desta tempestade rosa (que o povo, penso eu, não aprecia) o Partido Socialista não ganha as próximas Legislativas... O que vai acontecer a Seguro e Costa e aos “pesos pesados”, agora divididos no apoio a um ou a outro? Vão ter a hombridade de se afastarem das cúpulas e regressar à base ou vão continuar no poder, acusando-se mutuamente pelo fracasso? (estou muito inclinado para a 2ª hipótese)
Esta divisão do PS em dois serve a quem?
Já disse e repito que nesta altura nem Costa nem Seguro são “valor seguro”, um pela sua teimosia em não querer sujeitar-se ao veredito do Congresso e o outro pelo seu oportunismo. Tanto quanto me apercebo os portugueses não gostam nem de “traidores” nem de “lapas” que querem o poder a qualquer custo. Isso pode ser “fatal” para o PS, deixando os xoxialistas a chuchar no dedo...

Vamos agora supor que o PS ganha as eleições! Com maioria absoluta não acredito, parece-me impossível (depois desta trapalhada).
Vai aliar-se a quem?
Segundo Assis (agora apoiante de Seguro) deve aliar-se com o PSD!!! E o que diz Costa ou manda dizer a alguém? Era bom que se soubesse o que pensa sobre este assunto e se comprometesse com os eleitores. (Detesto omissões e “ratos”)
Até agora a única “substância” produzida por estes “jeitosos” é teimosia e oportunismo. De relevante para o País ainda não ouvi nada... Parecem dois garnisés à bulha com pequenos intervalos para olharem para o umbigo!

Suponhamos, por último, que o PS ganha as Legislativas com maioria absoluta, independentemente do “vencedor” desta guerra pelo poder...Vai haver caça às bruxas ou a “almofada” da vitória vai ser suficientemente grande para “albergar” todos? Estou descrente quanto a esta possibilidade, mas a acontecer seria bom que os futuros governantes (re)lessem o manual da Ética Política! A calamidade que se abateu sobre nós com o atual governo pode levar a que os portugueses queiram infringir uma pesada derrota à direita. Se tal acontecer é bom para o PS. Neste momento a questão do candidato a 1º ministro não me parece ser o “fundamental” a resolver dentro do Partido...
Se o PS quiser ser uma alternativa governativa estável tem muito que dar ao pé, começando por assumir os erros e varrer das suas cúpulas, os “brincalhões” para quem as pessoas são (também) apenas um número...